Primeiro Final de Semana “Verão Mares de Conde” Leva Teatro e Música para Praia de Jacumã

0

A partir do dia 11 de janeiro, a prefeitura de Conde começa o mais recente projeto, o VERÃO MARES para agitar os finais de semana do litoral. O Festival vai acontecer entre dias 11 de janeiro e 02 de fevereiro, a partir das 20h na Praça do Mar, em Jacumã / Conde – PB e serão 12 atrações entre música e teatro, sempre sexta e sábado.

Neste primeiro final de semana, dias 11 e 12, a praça vai receber teatro e muita música. O espetáculo teatral a ser apresentado é “A Peleja do Fute”, do grupo Bigorna do diretor Fernando Teixeira. No sábado (12), as atrações musicais começam suas apresentações a partir das 20h. O baiano Lucas Santanna abre os shows na Praça do Mar em Jacumã e em seguida a banda paraibana Seu Pereira e Coletivo 401, canta sucessos e agitam a primeira noite de espetáculos musicais.

“Este ano inserimos artes cênicas e fizemos uma programação mais diversificada de música que atende vários públicos e faixas etárias, mas muito voltada para o público jovem, com uma pegada mais “pop”, com shows de excelente qualidade. Com isso esperamos um público de 20 mil pessoas no decorrer do mês e isso intensifica a economia criativa e turismo no Conde”, ressalta a Rejane Nóbrega, assessora de cultura do Conde.

Sobre o espetáculo “A Peleja do Fute”

A Peleja do Fute é a adaptação do conto A Igreja do Diabo de Machado de Assis no formato de cordel e a narrativa se desenvolve a partir do desejo do Fute de criar sua própria igreja e para isso resolve ir ao céu falar com Deus sobre seu intento. Lhe conta o projeto da fundação de uma “Igreja sem sacrário, sem precisar de um vigário e com fartura de pão e vinho…” Fala também que tomará os fies das outras igrejas. Diante de todas essas grosserias Deus lhe escuta e o libera para fazer o que desejar. Após o encontro o Fute desce a terra e inicia sua peregrinação. A montagem teatral é inspirada no movimento Armorial do saudoso Ariano Suassuna, onde os elementos principais são alguns momentos dos folguedos populares, tais como: Cavalo Marinho com a dança dos arcos, O pastoril com a Diana e o Velho Faceta as pelejas de violas e a Ciranda. A cenografia é feita com estandartes que representam cada uma daqueles folguedos. A montagem tem no elenco Wladimir Santiago como o Fute, Fabíola Morais como Catirina e Evaldo Souza como João Grilo. A criação da luz, execução da luz e a sonoplastia é de Junior Maciel. Produção de Ana Valentim, trilha sonora do espetáculo foi composta por dois músicos armorialista Alice Lumi e Fernando Pintassilgo e a direção de Fernando Teixeira

 

Lucas Santana

Lucas Santtana é um baiano do mundo que trilha um caminho sonoro interessante, mesclando influências do funk, hip hop, eletrônica, samba, reggae, MPB, pop e dub jamaicano. Hoje é um dos mais reconhecidos e requisitados artistas da cena nacional e, desde do seu disco de estreia “Eletro Ben Dodô” (2000), tem se destacado por uma sonoridade rica, uma desafiadora mistura de gêneros e uma vastidão de possibilidades.

O músico, que já́ gravou sete trabalhos autorais, todos com reconhecimento da crítica nacional e estrangeira, segue na divulgação de seu recente trabalho o audiofilme “Modo Avião” (2017).

 

Seu Pereira e Coletivo 401

Seu Pereira e Coletivo 401 foi criada em 2009, surgindo da união de amigos que tinham um transporte coletivo em comum, o 401, que cruza a capital paraibana até o bairro Altiplano. O ônibus foi tema para o quadrinista Mike Deodato Jr., que desenvolveu a capa do primeiro disco do grupo, lançado em 2013, uma alegoria que ilustra bem a pluralidade do trabalho musical de Seu Pereira e Coletivo 401, marcado pelo hibridismo musical e pelo olhar atento à vida cotidiana.

Com o primeiro disco, conseguiram reconhecimento pelo público e pela crítica especializada, tendo destaque nos cadernos de cultura dos principais jornais do estado como um dos melhores discos lançados em 2013. A consequência natural foi rodar com este repertório pelo país, figurando nos festivais de música do Brasil, como o Rasgadinho 2016 (Sergipe), Dosol 2017 (Rio Grande do Norte), Feira da Musica 2017 (Ceara), Paraíso Do Rock 2017 ( Paraná), Festival de Inverno de Garanhuns 2017 e Rec-Beat 2017 (Pernambuco), Virada Cultural de São Paulo 2014 e o WebFestValda 2014. Neste último, realizado no Circo Voador do Rio de Janeiro, o grupo conquistou o 3º lugar na competição.

A banda também chegou a cruzar as fronteiras do país, com performances em países da África e da Europa. O destaque lá fora aconteceu especialmente após o lançamento, em 2015, do EP Canções de Verão do Seu Pereira e Coletivo 401, pelo projeto Seu Pereira e Musa Caliente, sendo incluído na programação de verão da Francesa Radio Nova. Com o novo disco, Eu Não Sou Boa Influência Pra Você, de 2017, a ideia é levar seu som para novos lugares, além de apresentar novas nuances da bagagem musical do grupo.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário

Copyright © 2003 - 2018 - Portal Folha do Valentina Notícias - Rádio, TV Jornal Jampa Notícias - TV JAMPA - Petrúcio Prado