Almagro na Venezuela: Não podemos aceitar que o regime sacrificou vidas

0

Secretário-Geral da OEA, Luis Almagro, rejeitou a repressão pela polícia em manifestações que tiveram lugar nos últimos dias na Venezuela, e novamente pediu ao governo para realizar eleições gerais.

“Não podemos aceitar o regime de sacrificar vidas para permanecer no poder. Dia após dia, a repressão está aumentando na Venezuela. É manifestantes reprimindo autoritários exigindo democracia, o regime juntou o hábito gás lacrimogêneo jogando criminoso vencidos, cujo perigo multiplica e até mesmo usar um helicóptero para jogá-los indiscriminadamente contra os manifestantes. em um dos episódios mais condenáveis, esta prática criminosa atingiu um hospital de Caracas, onde pacientes e profissionais de saúde foram afetados por gases “condenou Almagro a partir de um vídeo postado em sua conta no Twitter @ Almagro_OEA2015.

Ele ressaltou que “apesar destes abusos e ataques ao povo da Venezuela tem demonstrado sua superioridade moral e sua capacidade de ser reforçada antes da adverisdad, demonstrou a sua capacidade para continuar a exigir o que é justo e foi tirado.”

Almagro disse que continuará condenando “fortemente sempre que a população está sujeita a tais atrocidades. Não podemos admitir que a GNB e outras polícia continua com a repressão, seguindo instintos criminosos. Democratas na região não aceitar viver com um regime que tem esvaziar o conteúdo para a democracia palavra, paz, do diálogo. ”

“Eu percebo novamente chamado para são realizadas eleições gerais em paz, para que as pessoas se tornam de novo mestre de seu destino como nação. Hoje exigimos que o governo responder às pessoas o que as pessoas estão exigindo nas ruas, governo sabe que a solução para esta crise está em suas mãos “, disse o secretário-geral da OEA.

Fonte: Panorama. com.ve

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário

Copyright © 2003 - 2017 - Portal Folha do Valentina Notícias - Rádio, TV Jornal Jampa Notícias - TV JAMPA - Petrúcio Prado