Emater apresenta a agricultores de Puxinanã experiência exitosa de produtor em Esperança

0

O trabalho com uma agricultura sustentável desenvolvido pelo agricultor Daniel Martins, no Sítio Logradouro, em Esperança, está servindo de modelo para produtores de outros municípios. Com atividade diversificada, com os afazeres executados em conjunto com os filhos e esposa, é possível encontrar na propriedade uma diversidade de produtos agropecuários que garantem renda durante todo o ano.

Na semana passada, o agricultor recebeu a visita de cinco agricultores familiares do município de Puxinanã, que por toda a manhã conheceram o trabalho desenvolvido em sua propriedade, com o acompanhamento dos extensionistas da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural na Paraíba (Emater-PB), empresa integrante da Gestão Unificada, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap).

Há mais de 30 anos trabalhando na agricultura, Daniel executa atividades e ganhou experiências que estão sendo repassadas a outros agricultores. O extensionista Gilvan Salviano de Araújo, da Unidade Operativa de Esperança, destacou a capacidade de assimilação das tecnologias e ensinamentos repassados.

São experiências nas áreas de bovinocultura de corte e leite, suinocultura de corte e produção de leitões, avicultura alternativa com a criação de 500 aves, cultiva de palma forrageira em dois hectares para uso como suporte alimentar do rebanho, além de práticas agroecológicas para produção de alimentos sem a presença de inseticida.

Na propriedade de quatro hectares, o agricultor faz uso de tecnologia do biodigestor, utiliza biofertilizante, faz o controle alternativo de pragas e também cultiva culturas de subsistência, como feijão e milho, além da cultura alternativa de mandioca, que usa como suplementação de alimentação do rebanho.

Os visitantes tomaram conhecimento da trajetória de vida de Daniel e sua família, construída com perseverança e a assessoria por parte da Emater. Seu filho, por exemplo, estava com plano de viajar para São Paulo, onde tentaria encontrar emprego, mas, depois de conhecer as oportunidades de investimentos que poderia concretizar em suas terras, desistiu.

Conseguiu estruturar a propriedade com projetos de investimentos de infraestrutura hídrica com a construção de um barreiro, com o tempo fez a aquisição de um veículo pick-up por meio do Pronaf Mais Alimento, a partir de um projeto elaborado pela Emater com financiamento do Banco do Nordeste, o que ajudou a família no processo produtivo e no escoamento da produção, sobretudo de aves e suínos.

Segundo o técnico Gilvan Salviano de Araújo, apesar do cenário de seca, a família demonstra satisfação com a atividade agrícola, produzindo satisfatoriamente para o consumo familiar e dos animais, além de vender o excedente, gerando renda e segurança alimentar e nutricional. Todas as atividades são acompanhadas pelo coordenador regional da Emater em Areia, Auto Martins.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário

Copyright © 2003 - 2017 - Portal Folha do Valentina Notícias - Rádio, TV Jornal Jampa Notícias - TV JAMPA - Petrúcio Prado