Energia limpa e renovável volta a ser pauta de debates do Renova Bio

0

Os integrantes do Renova Bio, programa que prevê o avanço do setor de biocombustíveis no país até 2030, voltam a se reunir, nesta quarta-feira (15), as 13h30, no auditório térreo do Ministério de Minas e Energia, em Brasília (DF). A reunião, que vai contar com a participação do presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Murilo Paraíso, vai ser conduzida pelo Secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, Dr. Márcio Félix.

O Renova Bio, explica Murilo, tem como foco debater e buscar soluções para sustentabilidade ambiental, econômica e financeira, bem como estabelecer regras de comercialização e o investimento em novos biocombustíveis, como o etanol de segunda geração, o biodiesel HVO (óleo vegetal hidratado), o diesel de cana, o biogás/biometano e o bioquerosene. Ele lembra que o etanol é parte fundamental do compromisso brasileiro de enfrentamento das mudanças climáticas, assumido na COP 21 (Conferência do Clima da ONU) e ratificado pelo Congresso Nacional e pela Presidência da República.

Na pauta da reunião desta quarta-feira, consta a apresentação da consolidação das várias contribuições encaminhadas por entidades e associações da indústria de biocombustíveis ao Programa, além de esclarecimentos sobre o processo de consulta pública do documento resultado dessa consolidação, que incluirá as diretrizes estratégicas para a expansão da produção de biocombustíveis no Brasil, baseada na previsibilidade, na sustentabilidade ambiental, econômica e social, e compatível com o crescimento do mercado.

“No que diz respeito ao nosso setor, defendemos o estímulo à produção de energia limpa e renovável. O mundo caminha nessa direção e o nosso país tem potencial para se destacar neste aspecto”, afirma Murilo Paraíso, lembrando que projeções de institutos especializados ligados ao setor sucroenegético apontam que o Brasil deverá produzir 54 bilhões de litros de etanol em 2030, Atualmente, o país produz cerca de 28 bilhões de litros de etanol por safra.

O Renova Bio tem a participação dos ministérios da Agricultura, de Minas e Energia, da Fazenda e da Indústria e Comércio e é executado em parceria com representantes do setor sucroenergético nacional.

 

Fonate: Recebido por e-mail: News Comunicação

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário

Copyright © 2003 - 2017 - Portal Folha do Valentina Notícias - Rádio, TV Jornal Jampa Notícias - TV JAMPA - Petrúcio Prado