Não podemos aceitar o medo e nem a disseminação do terror contra o povo brasileiro afirma deputado paraibano

0

Em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta quinta-feira (25) o deputado Jeová Campos fez duras críticas a convocação do Exército ontem, para conter as manifestações em Brasília. “Não podemos aceitar o medo e nem a disseminação do terror contra o povo brasileiro nas suas manifestações populares e legítimas contra esse governo golpista, conspirador, que não tem mais força política para permanecer no cargo e quer se garantir agora com as Forças Armadas”, argumentou Jeová.

Para o parlamentar, não adianta colocar o Exército nas ruas, nem convocar as Forças Armadas. “Mais do que nunca, a palavra de ordem que está em evidência, é Fora Temer, Diretas JÀ e o Exército que fique no seu canto, que é defender a soberania nacional e as nossas fronteiras”, reiterou Jeová.

“Se o presidente quiser fazer um bem a esse país, ele tem que renunciar, sair daquela cadeira que ele ocupa a partir de um golpe, o mais rápido possível”, disse Jeová, enfatizado que Michel Temer vai sair, institucionalmente ou pelos roncos das ruas. “Não é botando terror no povo, medo no povo, aterrorizando líderes sindicais que as manifestações vão parar. Ao contrário”, disse Jeová,

Segundo o deputado, a convocação do Exército foi tão desproposital que o governador do Distrito Federal, não foi convidado para fazer a segurança. “A convocação das Forças Armadas foi unilateral, de Michel Temer, mas, nós vamos destituí-lo nas ruas com a mobilização pelas Diretas JÁ”, finalizou Jeová.

Fonte: Recebido por e-mail “Eliane Sobral” News Comunicação

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário

Copyright © 2003 - 2017 - Portal Folha do Valentina Notícias - Rádio, TV Jornal Jampa Notícias - TV JAMPA - Petrúcio Prado