Nova Lei em Campina Grande dedica dia especial para pessoas com doenças raras

0

Lei de autoria de Lucas Ribeiro (PP) institui data em 10 de novembro, exigindo ações e campanhas.

A cidade de Campina Grande, no Agreste paraibano, agora tem um “Dia Municipal das Pessoas Doenças Raras”. A Lei número 6.549 de 3 de abril de 2017 é de autoria do vereador Lucas Ribeiro (PP) e já foi sancionada pelo prefeito da cidade Romero Rodrigues. A data escolhida foi 10 de novembro de cada ano e a Lei institui que neste dia sejam desenvolvidas campanhas e ações dedicadas as pessoas com doenças raras.

A Lei prevê que o município adote também medidas para a conscientização sobre a existência e tratamento de doenças raras, além de incentivar o combate ao preconceito, promovendo ainda as ações de inclusão das pessoas com estes tipos de doenças.

De acordo com o vereador Lucas Ribeiro, o objetivo da Lei também é sensibilizar a população de Campina Grande, os órgãos e saúde pública e especialistas em saúde para os tipos de doenças raras existentes e as dificuldades encontradas por estas pessoas para conseguir tratamento ou cura.

“Assim como existem as campanhas para o outubro rosa e novembro azul, a intenção dessa Lei é provocar essa reflexão e estimular campanhas para o tratamento e a cura das pessoas com doenças raras. Elas precisam de atenção do poder público e também da sociedade”, disse o vereador autor da matéria da Lei.

A Lei ainda visa estimular a realização de estudos, análises e discussões sobre questões relativas a essas doenças. O dia também deve ser para a reflexão e divulgação de informações, estudos e experiências nas áreas de saúde, educação e cidadania.

O que são doenças raras?

Segundo a organização Pan-Americada de Saúde, as doenças raras são aquelas classificadas seguindo quatro fatores: incidência, raridade, gravidade e diversidade. A estimativa da organização é de que cerca de 8% da população mundial tenha algum tipo de enfermidade rara, ou seja, uma a cada 15 pessoas.

Ainda segundo a organização, atualmente o Brasil conta com 15 milhões de pessoas com algum tipo de doença rara. Todas as semanas são descobertas novas doenças no mundo. Entretanto, a identificação do tipo de doença é um processo minucioso, pois as manifestações e sintomas das doenças podem ser lentos e durar anos.

Fonte: Recebido por e-mail: Assessoria de Comunicação – Vereador Lucas Ribeiro

Contatos:
(83) 9 9869-0357
(83) 3065-9785
Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário

Copyright © 2003 - 2017 - Portal Folha do Valentina Notícias - Rádio, TV Jornal Jampa Notícias - TV JAMPA - Petrúcio Prado