Secretaria de Agricultura desenvolveu em 2017 ações que promoveram o progresso da zona rural de Campina Grande

0

O setor agrícola de Campina Grande vive, este ano, mais um período de avanços. A avaliação é do secretário municipal de Agricultura, Fábio Agra Medeiros. Segundo ele, o prefeito Romero Rodrigues determinou a realização de diversas ações, programas e obras que mudaram a realidade da zona rural.O setor agrícola de Campina Grande vive, este ano, mais um período de avanços. A avaliação é do secretário municipal de Agricultura, Fábio Agra Medeiros. Segundo ele, o prefeito Romero Rodrigues determinou a realização de diversas ações, programas e obras que mudaram a realidade da zona rural.

De acordo com o secretário, um dos muitos pontos positivos foi o Programa de Inseminação Artificial (PROINSA). Em 2017, a equipe técnica do programa realizou visitas técnicas e ações de monitoramento, além de outras ações que serão ampliadas em 2018.

Outro programa que atuou com dinamismo foi o Serviço de Inspeção Municipal (SIM), tendo sido inspecionados 10.004 animais, além de ter cooperado com a investigação deflagrada pela Polícia Federal denominada de “Operação Carne Fraca”. Já neste mês de dezembro, foi credenciado mais um estabelecimento de abates de animais. Trata-se do abatedouro de frangos “Nossa Terra”, sendo este o segundo sob inspeção do SIM.

A agricultura local avançou no setor de corte de terras, silagem, sementes e separação de grãos. Em relação ao corte de terra, 1083 famílias foram beneficiadas com 3249 horas/máquina. A ação de silagem também teve números expressivos em 2017: 919 carroções e 2.757 toneladas. Já a separação de grãos com batedeira mecânica registrou em Monte Alegre 38 toneladas e em Capim Grande 2,4 toneladas.

Quanto aos poços e dessalinizadores do município, as equipes da Seagri realizaram visitas, ações e avaliações dos equipamentos instalados em diversas comunidades.

A Seagri, ao longo deste ano, desenvolveu ações em relação ao abastecimento com caminhões pipa, pois foram aproximadamente três mil carradas de água entregues às famílias de agricultores; apoio e promoção da Feira Agropecuária da Reforma Agrária; colheita do algodão; colheita da fava e do milho e Programa da Palma Resistente.

Merece destaque o Programa de Revitalização do Umbu, beneficiando 48 propriedades, em cinco localidades do Distrito de São José da Mata e em Catolé de Boa Vista, além de outras áreas que serão mapeadas para a localização dos agricultores que se dedicam também a este tipo de cultura, os quais deverão receber apoio para o transporte e comercialização da sua produção, como ainda ações destinadas à produção de mudas enxertadas.

Neste contexto, a Seagri entrou no Projeto Umbu Paraíba, coordenado por diversos órgãos, como Emepa, Insa, Sebrae, Emater e outros. A secretaria participou, também, em setembro, do Simpósio do Umbu, onde houve troca de experiências com técnicos e cooperativas que trabalham com a cultura do umbu em outras regiões, a exemplo da Bahia. A partir disso, segundo Fábio Medeiros, “foi formatado e publicado no Diário Oficial do Estado o comitê estadual do Projeto Umbu Paraíba, devendo ser elaborado, com financiamento do Sebrae, um grande projeto e cada ente vai colaborar com a sua contrapartida”.
A prefeitura municipal, por meio da Seagri, deu seu decisivo apoio ao Programa Garantia Safra, participando de reuniões com a Emater e outros órgãos, além de desenvolver ações para a inscrição 2017/2018.  Já ao final deste ano, a PMCG realizou, com grande sucesso, no Distrito de Galante, o Festival da Fava, evento destinado a incentivar esta importante cultura agrícola, tendo sido realizado com a promoção de palestras, exposições e outras iniciativas.

No que se refere à produção de mudas e de raquetes de palma, a Seagri registrou o plantio de várias áreas de palma, coleta de sementes, plantio e distribuição de moringa e gliricídia (forrageiras importantes), produção de húmus de minhoca e início do Programa Semiárido Forte no Assentamento Santa Cruz.

Sobre novos projetos, a Seagri providenciou o encaminhamento de quatro projetos no Ministério da Agricultura e Secretaria Especial da Agricultura Familiar, além do projeto de um mercado de produtos orgânicos nas Três Irmãs, numa parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Outra meta é a ampliação da patrulha mecanizada com a futura compra de máquinas e equipamentos, além de muitas outras iniciativas.

Fonte: Codecom

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário

Copyright © 2003 - 2018 - Portal Folha do Valentina Notícias - Rádio, TV Jornal Jampa Notícias - TV JAMPA - Petrúcio Prado